Visão espírita sobre a morte de Marília Mendonça

0
5863
Marília Mendonça morreu aos 26 anos. - Foto/Reprodução

Aos 26 anos, a cantora Marília Mendonça desencarnou na última sexta-feira (6), e deixou o país inteiro enlutado. Marília era muito querida pelos amigos, parentes e por todos os seus fãs. Diante disso, os seguidores de nossa página Amigos de Chico Xavier, mandaram mensagem querendo saber qual era a visão espírita a respeito do desencarne de Marília Mendonça.

O acidente que vitimou Marília Mendonça era inevitável? Ela tinha mesmo que partir? Existia uma programação espiritual para Marília Mendonça morrer tão nova? A realidade é que tudo vai depender dos fatos e das circunstâncias que foram determinantes para que tal acidente acontecesse.

Analisar esse tema em relação à visão espírita, é algo que não possui um condão de ser definitivo e abraçar todas as variáveis que envolve esse tema. Afinal, quem seria aquele com capacidade para compreender profundamente todos os desígnios de Deus?

Leia também: Ficha de pedidos de psicografia

Viemos nesse mundo como matéria grosseira

É importante lembrar que viemos nesse mundo como matéria muito grosseira, sendo assim qualquer doença ou acidente poderá ocasionar nossa morte. Em conclusão, a vida de todos aqui na Terra, por si só, é uma expiação para os Espíritos. Isso pode ser concluído através de uma breve leitura na questão 132 de O Livro dos Espíritos.

A Doutrina Espírita denomina Suicídio Direto quando uma pessoa tem a intenção de colocar fim em sua própria vida. Exemplos: ingestão de venenos, medicamentos, uso de armas de fogo, enforcamento, entre outros.

É sabido também que existe o que é chamado de suicídio indireto, que é quando uma pessoa, embora não tenha a intenção de tirar a própria vida, porém por imprudência, desrespeito ao corpo e a vida, tem atitudes irresponsáveis que por consequência provocam um desencarne prematuro.

Exemplo: desrespeitar normas de trânsito, conduzir o veículo em alta velocidade, dirigir embriagado, entre outros. Quando alguém desencarna em decorrência de um evento como esse, caracteriza-se suicídio indireto.

Talvez você se interesse por: Inscrição para Tratamento Espiritual a distância

Visão Espírita sobre  a morte de Marília Mendonça

Agora vamos considerar um acidente que envolva um outro veículo, e tenha vítimas fatais, como este de Marília Mendonça. Quando se aluga um táxi aéreo, a pessoa imagina que está tudo certo com a aeronave.

Entretanto, por alguma falha o avião cai, e as pessoas que ocupavam a aeronave morrem. Nesse caso as vítimas, são vítimas de uma imprudência que não cabia a elas. Dessa forma, pode se tratar de uma provação e até mesmo uma expiação. Ou seja, é um resgate de dívidas do passado. Sendo assim, em casos como esse não são considerados suicidas indiretas.

Sendo assim, como o Espírito daquele que desencarnou, vítima de si mesmo, receberá conforto, ajuda espiritual e todos os seus sofrimentos serão abrandados. É importante ressaltar que cada caso difere um do outro. O que cada um irá viver após o desencarne depende de inúmeras variáveis que ainda desconhecemos em razão da nossa limitação de entendimento.

Fonte: Wel Teodoro

 

Deixe seu comentário