Esse será um Natal Diferente?

0
246
Visão Espírita: esse será um natal diferente?

Finalmente iremos ter um Natal realmente cristão, em que a figura do aniversariante irá ser homenageada com a vivência do amor puro e a consciência tranquila?

É mais provável que ainda não. A humanidade ainda continua sofrendo bastante com as diferenças sociais, o distanciamento de classes, elevando o número de pessoas na miséria, acirrados preconceitos de etnia, cor, posição social, gênero, orientação sexual ou simplesmente a localização geográfica.

Com todo esse comportamento egoísta, as pessoas conseguem manter um poder financeiro e satisfação, porém não conseguem alcançar a realização interior que é proporcionada através da dedicação as causas meritórias.

Além disso, nos últimos tempos, esse egoísmo mundial tem alcançado níveis altíssimos, a partir do momento em que as nações que se dizem desenvolvidas preocuparam-se mais em conseguir doses de reforços para a imunização de seus habitantes contra o novo coronavírus.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), veio a público para denunciar o que ele considera ser algo totalmente descabido de egoísmo: que é não terem cumprido com o compromisso de doar 1,4 bilhões de doses do imunizante da covid-19 para os países carentes de todo o mundo.

Quais a consequências causas por essa atitude?

Protegemos as nossas residências usando muros altos, cercas elétricas e mais um monte de outras dispositivos de segurança, com a intenção de isolar eventuais roubos. No enquanto, enquanto a verdadeira causa da miséria não foi enfrentada de cara, todos continuarão inseguros e vulneráveis.

Existe algum motivo real para imaginar que este natal irá não será igual aos outros?

Diante de toda essa irrupção da nova varinha chamada de Omicron, anunciada por países africanos, um dos líderes europeus veio a público para falar que essa situação está acontecendo com a áfrica pela falta de solidariedade dos países que estão muito mais a frente em desenvolvimento.

Enquanto o nosso país está aproximando-se do total de pessoas que receberam a vacina, existem países da áfrica que possuem porcentagens muito baixas de pessoas que receberam a vacina.

O exercício de solidariedade, que geralmente torna-se o presente de Natal, inspira a derrubada de barreiras de nacionalidade, raça é crença.

Fonte: Kardec Rio Preto

Texto original de Sidney Fernandes

Deixe seu comentário