É possível ser feliz neste mundo de expiações?

0
673
Foto de Karolina Grabowska no Pexels

A procura pela felicidade é uma constante na vida de praticamente todos os seres. Um vídeo publicado pelo canal no YouTube TV Mundo Maior aborda esse tema tão importante na vida das pessoas.

No vídeo André Marouço começa com a seguinte frase:

“Eu não sou feliz”, lamenta geralmente o homem em todas as posições sociais”

André continua o vídeo dizendo que essa afirmativa serve como prova de que a felicidade não é este mundo no qual vivemos.

Continuando o seu diálogo com Ana Garippo, ele aborda o conceito de felicidade e diz que isso é muito relativo. Porém, no caso da felicidade mundana sobre o desejo universal de todos os habitantes do planeta.  Ele fala que a felicidade mundana pode ter instantes, mas não é a real felicidade.

Na sequência, Ana Garippo diz que. Ela fala sobre os aflitos que estão em contraponto da felicidade. Diz também que os aflitos somos nós, pois essa é uma condição do nosso planeta, das expiações, é uma condição da Terra. Sendo assim, é comum que as pessoas se sintam prisioneiros na Terra.

Ela fala sobre o sentimento de felicidade não ser contínua, e acontece de forma fugidia, quando as pessoas conseguem um novo emprego, um relacionamento saudável, um filho, conquista um bem. É uma felicidade casual.

A palavra volta para André Marouço que retorna ao trecho em que diz que a lamentação é comum em todas as posições sociais, isso é uma verdade na época atual, e foi verdade em todas as épocas.

André diz  que mesmo que uma pessoa receba um título dado pela Rainha Elizabeth, ou acerte os números da mega-sena, seria uma utopia acreditar que todos os problemas dessa pessoa iriam acabar.

No decorrer do vídeo Ana Garippo explica que até mesmo as personalidades famosas, e bem-sucedidas passam por momentos de aflições, e costumam até ter o sofrimento delas estampados nos jornais.

“Então, onde nós estamos colocando nossa verdadeira felicidade”, questiona Ana.

O vídeo completo com o diálogo entre os dois você pode assistir logo acima.

Deixe seu comentário